"Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?" (Lucas, 43)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
03/07/2012
EUA tentam responsabilizar Bento XVI por crimes sexuais de bispos
"As forças do bem estão presentes e, no final, o Senhor é mais forte do que o mal", afirmou o Papa, sublinhando que "a bondade de Deus é a última palavra da história".
 
 Em uma demonstração de poder rara na história católica, o Papa Bento XVI demitiu o bispo Robert Bezak, de Trnava, na Eslováquia, nesta terça-feira, segundo informações da Agência AP. Apesar da discrição do Vaticano, que não especificou as razões da demissão, o acontecimento rapidamente repercutiu nos Estados Unidos, onde juízes pedem punição papal a padres envolvidos em casos de pedofilia.
As ações judiciais americanas tentam responsabilizar o Papa por abusos sexuais realizados por clérigos, mas a Santa Sé afirma que apenas os bispos são senhores de suas dioceses e a influência do Vaticano é limitada nesses casos. As recentes demissões, porém, podem ser usadas para alegar o contrário.
"Se o Papa pode demitir um bispo, isso implica que ele é seu supervisor", disse Nick Cafardi, ex-presidente dos bispos dos Estados Unidos e membro de um conselho que analisa crimes sexuais na Igreja Católica. "As ações que querem incriminar o Papa ganham força", declarou.
Em 2011, Bento XVI demitiu outros três bispos: um austríaco, por defender a ordenação de mulheres e pessoas casadas; além de um italiano e um congolês, por problemas em suas dioceses.
Tradicionalmente, em papados anteriores, clérigos que enfrentaram algum tipo de rejeição da Igreja foram persuadidos a renunciarem, sem a necessidade de intervenção.  (Notícias Terra)
                  _______________________________________________________________
OBSERVAÇÕES: “Percebam o cinismo desta gente execrável. Por qual motivo a Igreja Católica deve ser responsabilizada e penalizada pelos pecados dos padres pedófilos, se o pecado é pessoal, de uma ou mais pessoas, e jamais uma entidade, ou seu chefe ou presidente podem ser criminalizados por estas faltas. Acaso usam dois pesos e duas medidas?
Ora, se o Papa ou a Igreja deve ser criminalizado pela maligna pedofilia de alguns maus padres, então o Governo dos Estados Unidos e o Presidente devem sofrer o mesmo ônus, caso algum dos funcionários deles cometam a mesma falta grave. E o mesmo deveria então acontecer com qualquer empresa do mundo, - seus presidentes criminalizados pelos pecados dos funcionários bandidos. Da mesma forma, um pai, em relação seu filho que se torna delinquente.
Quem acompanha nosso Movimento desde o começo deve lembrar que em novembro de 2001, quando visitávamos a capela de Santo Estanislau em Curitiba, foi dito por Jesus ao Cláudio que no dia 11 de abril de 2002 aconteceriam na sede da ONU em Nova York, duas reuniões cujo resultado afetaria grandemente a vida da Igreja...
E Igreja Católica foi representada na ocasião por dois cardeais, que se deixaram enganar, ou se pode dizer, aceitaram livremente, que a Igreja fosse criminalizada por causa das perversões sexuais de seus padres, e que fosse ela a pagar a conta das indenizações. Isso é ato criminoso, que tinha a finalidade de minar as finanças da Igreja, para que a besta pudesse se apropriar dos seus bens. E de fato, só nos EUA mais de 168 Igrejas foram vendidas para pagar mais de um bilhão de dólares em indenizações. Tudo aconteceu então.
Na outra reunião - também já está acontecendo - foi formada uma comissão de 10 membros, com a incumbência de divulgar o catecismo falso da nova era, em nome da Igreja, como fosse a nova doutrina mundial, e Igreja assumiu uma das cadeiras. Infelizmente sabemos que este falso catecismo já está sendo usado e certos sacerdotes têm evitado confessar as pessoas, porque dizem que logo a igreja vai mudar isso. Não haverá mais confissões nem Sacramentos, a Eucaristia será apenas ceia e não mais sacrifício. Tudo isso virá com o “novo papa”, que também aprovará o casamento de padres e a ordenação de mulheres.
Bem, o Papa Bento XVI jamais aprovará tais coisas e a verdadeira Igreja de Pedro, NUNCA aceitará tais descalabros. Tudo isso prega a iminência do cisma, desde os séculos profetizado. E está muito mais próximo do que a maioria pode imaginar.
Rezemos pelo Papa Bento XVI “ ( Recados Aarão)
________________
Bento XVI: "Maior perseguição à Igreja nasce do pecado da Igreja
(Agencia Lusa  em 11 de maio de 2010)
 
Bento XVI defendeu hoje que a "maior perseguição à Igreja" não vem de "inimigos de fora, mas nasce do pecado da Igreja".
No avião que o transportava até Portugal, o papa falou com os jornalistas presentes sobre os casos de pedofilia que têm abalado a Igreja Católica em todo o mundo.
"A Igreja tem uma profunda necessidade de reaprender a penitência, de aceitar a purificação, implorar perdão", disse Bento XVI, que se referiu também à "necessidade da justiça" neste processo.
Tendo como pano de fundo a profecia sobre os sofrimentos do papa, que foi revelada na terceira parte do Segredo de Fátima, no ano 2000, Bento XVI sublinhou que os mesmos não apenas provocados por pessoas "fora" da Igreja.
"Os ataques ao papa e à Igreja não vêm só de fora, os sofrimentos da Igreja vêm do seu próprio interior, do pecado que existe na Igreja", declarou.
Diversos casos de pedofilia envolvendo membros do clero católico têm sido divulgados em vários países, tendo já levado o papa a aceitar demissões de bispos da Irlanda, Bélgica, Alemanha ou Noruega.
Bento XVI confessou o seu sofrimento perante esta situação, que surge agora de uma forma "verdadeiramente aterradora".
Para o papa, os membros da Igreja devem estar "prontos" para os "ataques do mal", externos e internos, mas deixa uma palavra de esperança para os fiéis.
"As forças do bem estão presentes e, no final, o Senhor é mais forte do que o mal", afirmou, sublinhando que "a bondade de Deus é a última palavra da história".
 
 
 
 

Artigo Visto: 1057 - Impresso: 33 - Enviado: 13

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.totustuusmariae.com.br

 

 
     
 
Visitas Únicas Hoje: 140 - Total Visitas Únicas: 290290 - Usuários online: 10